Receitas tradicionais

O USDA lança currículos práticos e promissores de nutrição para crianças

O USDA lança currículos práticos e promissores de nutrição para crianças

O USDA elaborou programas de educação sobre alimentação saudável para três grupos de jovens

Todo mundo sabe que o truque para fazer seus filhos comerem direito é afogar vegetais em molho de queijo. Ou, melhor ainda, “habilmente” escondendo-os em brownies.

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), na verdade, tem outra ideia - e não envolve disfarçar vegetais ou enganar crianças. (O que há de tão assustador nos vegetais, afinal?) O Departamento lançado recentemente três currículos para ajudar a ensinar as crianças sobre nutrição e escolhas alimentares saudáveis ​​em uma idade jovem.

o Grande aventura de detetive de jardim O currículo, elaborado para a terceira e quarta séries, apresenta atividades como cultivo, colheita e degustação de frutas e vegetais, além da preparação de receitas básicas. “Oportunidades de aprendizagem baseadas no jardim são uma forma promissora de aumentar o desempenho acadêmico”, escreve a iniciativa Team Nutrition do USDA, que organizou esses programas. “Ajudar a aumentar a aceitação de frutas e vegetais pelas crianças também pode melhorar suas dietas em geral.”

o Dig In! o currículo foi criado para a quinta e sexta séries. Inclui um guia de jardinagem, bem como livretos para os pais e pôsteres que personificam criativamente os vegetais como o tipo de comida “divertida”. (Embora pareça um tanto questionável por que um pôster riffs de um Música LMFAO, para um público de dez a onze anos.)

O currículo final é uma versão atualizada do Cresça, experimente, goste!, um kit de educação nutricional feito para crianças em idade pré-escolar. O programa familiariza as crianças com frutas e vegetais frescos, incentivando-as a tocar, saborear e cheirar os ingredientes.

Portanto, o "truque" para fazer as crianças comerem direito pode ser tão simples quanto mostrar o que há por trás da cortina de molho de queijo. Os materiais educacionais gratuitos fornecidos pelo USDA podem ser encontrados aqui.


Os subsídios para nutrição da equipe do USDA promovem refeições mais saudáveis ​​para nossa nação e crianças em idade escolar # 039s

As escolas estão servindo com sucesso refeições mais nutritivas para os alunos da América, e refeições mais saudáveis ​​significam crianças mais saudáveis. O USDA está constantemente trabalhando para fazer tudo o que pudermos para apoiar os profissionais de nutrição escolar enquanto trabalham para fornecer às crianças a nutrição de que precisam para aprender e se tornarem adultos saudáveis. Para ajudar ainda mais as escolas, o USDA anunciou a disponibilidade de até US $ 5,5 milhões em bolsas de treinamento em Nutrição de Equipe para os estados para o Ano Fiscal (FY) 2015. Essas bolsas se concentram na implementação de lanchonetes mais inteligentes - uma estratégia inovadora que usa economia comportamental para incentivar a alimentação saudável em o refeitório - bem como os padrões de refeições mais saudáveis, HealthierUS School Challenge (HUSSC), USDA Foods, educação nutricional e atividades de bem-estar em escolas e instituições de cuidados infantis. Para se candidatar às bolsas, as agências estaduais devem visitar www.grants.gov.

Aqui estão alguns exemplos de como os subsídios da Team Nutrition ajudaram as escolas no passado:

Alicia Dill, consultora de educação nutricional do Departamento de Instrução Pública de Wisconsin

Os Subsídios de Treinamento em Nutrição da Equipe permitiram que a Equipe de Nutrição do Wisconsin expandisse nossos esforços de educação nutricional para atingir dezenas de milhares de alunos em todo o estado. Desde 2010, nossas atividades de educação nutricional têm enfatizado a incorporação da jardinagem e o uso de alimentos locais no currículo escolar e de cuidados infantis. Competições culinárias em todo o estado foram realizadas para fornecer educação sobre os alimentos locais e o desenvolvimento de habilidades culinárias.

Além disso, o financiamento foi fornecido para creches e escolas para iniciar atividades de jardinagem, realizar testes de sabor de alimentos locais e incorporar o currículo de educação nutricional desenvolvido pela Equipe de Nutrição. Os alunos participantes adquiriram o conhecimento e as habilidades para produzir e preparar alimentos e mostraram uma maior disposição para experimentar frutas e vegetais. Currículo de educação nutricional, materiais de teste de sabor e um guia de melhores práticas de jardinagem escolar foram criados graças ao financiamento fornecido por meio das bolsas de Treinamento de Nutrição da Equipe.

Jenny Edmondson, Consultor de Nutrição em Saúde Pública do Departamento de Educação da Pensilvânia

A Pensilvânia teve 12 bolsas de Nutrição da Equipe do USDA. Cada projeto foi implementado por meio do Projeto PA, uma colaboração entre o Departamento de Educação da Pensilvânia, a Divisão de Alimentos e Nutrição e a Penn State University.

Os projetos empregaram uma variedade de estratégias de treinamento, incluindo desenvolvimento de vídeo e material impresso, conferências e apresentações de workshops, mini-bolsas escolares, webinars, coleta e disseminação de práticas promissoras e desenvolvimento de módulos on-line. Os projetos alcançaram uma variedade de públicos, incluindo funcionários do serviço de alimentação escolar, administradores escolares, pais e alunos. O objetivo geral é ajudar as escolas a estabelecer ambientes nutricionais mais saudáveis.

Nosso projeto concluído mais recentemente foi uma bolsa 2011 Team Nutrition. Por meio desse projeto, treinamos mais de 1.200 funcionários do serviço de alimentação escolar sobre os requisitos do padrão de alimentação e desenvolvemos recursos de treinamento on-line que foram acessados ​​mais de 200 vezes durante o período da concessão. Esses recursos continuam disponíveis, proporcionando sustentabilidade à educação ministrada. Além disso, 27 escolas representando nove distritos escolares receberam prêmios HUSSC durante o período do projeto de subsídio.

Jill Ladd RD, Equipe de Nutrição e Diretor de Projeto ART II do Departamento de Educação do Estado de Kansas

Como parte das bolsas de treinamento em nutrição da equipe do ano fiscal de 2012, o Departamento de Educação do Estado do Kansas e quase 17.000 alunos do ensino fundamental e médio participaram do currículo de educação nutricional Power Panther Pals de 8 semanas desenvolvido pela Kansas Team Nutrition. Como parte da aula, os alunos participaram de atividades de culinária / degustação e receberam um livreto de atividades do aluno com receitas e atividades semanais.

Além disso, como parte dos subsídios do ano fiscal de 2012 e parceria com a Kansas Health Foundation, o Kansas alcançou mais de 17.600 alunos do ensino médio por meio de um Programa de Frutas e Vegetais Frescos para Escolas Secundárias. Com base nos resultados das pesquisas pré e pós preenchidas pelos alunos participantes, 40,9 por cento dos alunos afirmaram que sua família começou a comprar / comer mais frutas e vegetais depois de participar do programa. Uma citação de uma escola participante revelou que, “Os alunos ficaram muito entusiasmados com a experimentação de novos alimentos e foram muito receptivos ao programa. No final das quatro semanas, a maioria dos alunos disse que pediu aos pais que comprassem pelo menos uma das frutas e verduras que tentamos comer em casa, e cerca de metade experimentou as receitas que fornecemos em casa. O gerente de produção de nossa mercearia local também me disse que suas mangas acabaram por duas semanas depois de apresentá-las no programa. ” - USD 113 Prairie Hills, Sabetha Middle School. Como parte do programa, 12 folhas de dicas de educação nutricional de uma página para frutas e vegetais frescos foram desenvolvidas e podem ser acessadas em http://www.kn-eat.org/SNP/SNP_Docs/SNP_Guidance/FS_Facts_PDF_Forms/Chpt_32_NutritionEducationTipSheetsFFVP-SS .pdf.

Carrie Scheidel, Co-Diretor de Nutrição da Equipe com o Departamento de Educação de Iowa

O Programa de Nutrição da Equipe do Departamento de Educação de Iowa fez parceria com o Centro de Políticas Públicas da Universidade de Iowa para tratar da participação no café da manhã escolar entre os adolescentes de Iowa. Para melhor resolver esse problema, alunos do ensino médio de todo o estado foram incluídos no projeto. Esses alunos identificaram barreiras, motivadores e benefícios para comer o café da manhã escolar, o que resultou no desenvolvimento de dois recursos.

    : fornece aos diretores de serviços de alimentação, funcionários de refeitórios e administradores de escolas informações e recursos para desenvolver e gerenciar sua própria conta no Twitter, incluindo como configurar uma conta, como desenvolver mensagens, sobre o que tweetar e como aumentar seus seguidores. : oferece a perspectiva do aluno sobre as práticas relacionadas ao café da manhã na escola e fornece soluções para os desafios comuns do café da manhã na escola, incluindo: consciência, prioridades concorrentes, tempo, localização, preferências alimentares e equívocos.

A Iowa Team Nutrition também fez parceria com a Fundação da Academia de Nutrição e Dietética para desenvolver workshops para os pais a fim de capacitá-los com informações sobre alimentação escolar e bem-estar escolar. Eles são projetados para serem co-liderados por um nutricionista nutricionista registrado e o diretor de serviço de alimentação. Os materiais desenvolvidos foram testados em 15 escolas de Iowa e incluem um guia para líderes, apostilas e uma atividade sobre mitos e fatos.


Materiais para adolescentes

Cuide de sua saúde: um guia para adolescentes

Um livreto do Instituto Nacional de Diabetes e Doenças Digestivas e Renais destinado a ajudar os adolescentes a darem passos pequenos e simples para manter um peso saudável. Ele fornece informações básicas sobre nutrição e atividade física e oferece ferramentas práticas para usar na vida cotidiana, desde a leitura de rótulos de alimentos e seleção de quanto e quais alimentos comer, até a substituição do tempo de TV por atividades físicas.


O USDA lança currículos de nutrição promissores e práticos para crianças - receitas

Os sites oficiais usam .gov UMA .gov o site pertence a uma organização governamental oficial dos Estados Unidos.

Sites .gov seguros usam HTTPS UMA trancar (Trave um cadeado trancado

) ou https: // significa que você se conectou com segurança ao site .gov. Compartilhe informações confidenciais apenas em sites oficiais e seguros.

Orlando, FL, 22 de abril de 2016 - Hoje, o subsecretário de Agricultura Kevin Concannon anunciou o fortalecimento dos padrões de nutrição para alimentos e bebidas servidos a crianças e outras pessoas em creches na conferência anual da Associação Nacional de Patrocinadores do Programa Alimentar de Cuidado de Crianças e Adultos. Crianças pequenas e adultos em creches agora receberão refeições com mais grãos inteiros, uma maior variedade de vegetais e frutas e menos açúcares e gorduras sólidas adicionados. Os padrões de base científica introduzidos nesta regra final elevarão a qualidade nutricional das refeições e lanches fornecidos pelo CACFP para melhor se alinhar com as Diretrizes Dietéticas para Americanos e ser consistentes com as refeições que as crianças recebem como parte do Programa Nacional de Merenda Escolar e Programa de desjejum escolar.

“A pesquisa indica que o problema da obesidade na América começa cedo, com as taxas de obesidade em pré-escolares mais do que dobrando nas últimas três décadas e um em cada oito pré-escolares é classificado como obeso”, disse Concannon. “Como a preferência pelo sabor e os hábitos alimentares se desenvolvem cedo na vida, o CACFP pode desempenhar um papel crucial na solução. Esta regra final marca outro passo importante para garantir que as crianças tenham acesso à nutrição de que precisam e desenvolvam hábitos saudáveis ​​que contribuirão para o seu bem-estar a longo prazo. ”

Os novos padrões de alimentação irão melhorar o acesso a bebidas saudáveis, incluindo água e leite com baixo teor de gordura e sem gordura, e incentivar a amamentação para os participantes mais jovens do programa. Esses padrões refletem as melhorias nutricionais observadas em crianças em todo o país desde a aprovação da Lei de Crianças Saudáveis ​​e Sem Fome de 2010.

O CACFP oferece assistência a instituições de atendimento a crianças e adultos e creches familiares ou coletivas para o fornecimento de alimentos nutritivos que contribuem para o crescimento e o desenvolvimento das crianças e para a saúde e o bem-estar de idosos e pessoas com deficiência crônica. Por meio do CACFP, mais de 4 milhões de crianças e cerca de 120.000 adultos recebem refeições e lanches nutritivos todos os dias como parte dos cuidados que recebem.

Esta é a primeira grande revisão dos padrões de alimentação do CACFP desde o início do programa em 1968 e exigirá refeições e lanches fornecidos pelo CACFP para refletir melhor as Diretrizes Dietéticas para Americanos e as questões nutricionais enfrentadas por crianças e adultos hoje. Essas mudanças são um primeiro passo significativo para melhorar o acesso dos participantes do CACFP a alimentos nutritivos. Desde o início do CACFP, os problemas de saúde relacionados à nutrição mais prevalentes entre os participantes mudaram da desnutrição para o consumo excessivo, incluindo calorias, gorduras saturadas, adição de açúcar e sódio. Essas populações vulneráveis ​​também tendem a consumir menos fibras e outros nutrientes essenciais.

Os novos padrões foram cuidadosamente projetados para fazer melhorias significativas, viáveis ​​e com custo reduzido na qualidade nutricional das refeições e lanches servidos por meio do CACFP. O USDA se concentrou em mudanças incrementais que equilibram a ciência por trás das necessidades nutricionais dos diversos participantes do CACFP e as habilidades práticas dos centros e creches participantes para implementar essas mudanças. Ao definir uma data de implementação de 1º de outubro de 2017, a regra final fornece amplo tempo de espera para as creches e creches aprenderem e entenderem os novos padrões de padrão de refeição antes de serem obrigados a estar em total conformidade. O USDA fornecerá treinamentos presenciais e online e está desenvolvendo novos recursos e materiais de treinamento, como ferramentas de planejamento de cardápio, receitas novas e atualizadas e folhas de dicas, para garantir a implementação bem-sucedida dos novos padrões de nutrição.

Este anúncio é parte do compromisso contínuo do USDA em garantir que crianças e famílias tenham acesso a uma dieta saudável. Nos últimos sete anos, o USDA aprimorou os programas federais de nutrição, fornecendo uma rede de segurança crítica para milhões de crianças e famílias americanas. Alguns exemplos incluem padrões de nutrição atualizados para nutrição escolar, o pacote WIC atualizado para incluir grãos inteiros, laticínios com baixo teor de gordura, frutas e vegetais, expandindo o escopo do programa de educação nutricional SNAP e apoiando um crescimento sem precedentes no número de mercados de produtores que aceitam benefícios SNAP e WIC. Expandindo o acesso a alimentos nutritivos e aumentando a conscientização sobre os benefícios de um estilo de vida saudável, os programas do USDA fizeram uma diferença real na vida de muitos, prometendo um futuro mais brilhante e saudável para nossa nação.

O Programa de Alimentação para Crianças e Adultos é um dos 15 programas de assistência nutricional do Serviço de Alimentação e Nutrição do USDA, que também inclui o Programa Nacional de Merenda Escolar, Programa de Serviço de Alimentação de Verão, Programa de Nutrição Suplementar para Mulheres, Bebês e Crianças (WIC) e Programa de Assistência Suplementar à Nutrição. Juntos, esses programas constituem a rede de segurança nutricional da América.


Promova hábitos alimentares saudáveis ​​em seu programa de creche familiar ou de educação infantil com esses recursos e planos de aula.

Melhores práticas para uma alimentação saudável: neste guia da Nemours, encontre dicas para escolhas alimentares saudáveis, porções adequadas, crianças envolventes e motivadores para comedores exigentes. Também estão disponíveis dicas e ferramentas para ler rótulos nutricionais, folhas de dicas para famílias e exemplos de políticas para uso em seu programa e com as famílias.

Programa de alimentação para cuidados infantis e adultos: Usando os padrões de refeição atualizados para reduzir custos fornece orientação para centros CACFP e creches familiares para ajudar a manter os custos baixos enquanto implementam padrões de refeição atualizados. Inclui exemplos de refeições nutritivas que atendem a novos padrões de refeição por meio de mudanças simples e de baixo custo.

Crianças Enfrentando Insegurança Alimentar (PDF): Ter comida de qualidade suficiente para alimentar nossas famílias é algo que muitas pessoas consideram natural. No entanto, uma em cada cinco famílias dos EUA não tem acesso em todos os momentos a alimentos suficientes para viver uma vida ativa e saudável. Este guia da Nemours ensina como a insegurança alimentar afeta as crianças em programas de cuidados e educação na primeira infância e como você pode apoiar as crianças e os pais que lidam com a insegurança alimentar.

Family Style Dining Toolkit: Este guia destina-se a ajudar os profissionais de cuidado e aprendizagem na primeira infância e seus programas, incluindo creche familiar, Head Start e pré-escolas públicas, a implementar com sucesso as práticas do Family Style Dining. Este guia concentra-se em servir refeições no estilo familiar para crianças e pré-escolares, embora os programas após as aulas também possam adotar essas práticas.

Guia de Compra de Alimentos para Programas de Nutrição Infantil (USDA): Este manual ajuda você e seu agente de compras a comprar a quantidade certa de alimentos, o tipo apropriado de alimentos e determinar a contribuição específica de cada alimento para os requisitos do padrão alimentar.

Growing Fit Kit: O Departamento de Saúde Pública da Geórgia (em colaboração com Georgia Shape, HealthMPowers, Inc. e o Departamento de Early Care and Learning) desenvolveu o Growing Fit Kit, um guia para desenvolver ou melhorar as políticas de cuidado infantil em relação à nutrição e atividade física .

Mordidas saudáveis: um guia de Wisconsin para melhorar a nutrição infantil. Fornece uma autoavaliação para permitir que os programas de cuidados e educação na primeira infância avaliem livremente seu próprio ambiente, políticas de programa e práticas relacionadas à nutrição. O guia também sugere áreas-chave para melhoria e informações sobre como implementar estratégias.

Lista de recursos para alimentação saudável: esta lista abrangente de recursos das lições da Penn State & # 8217s Better Kid Care e da Nemours inclui currículos e kits de ferramentas prontos para uso, vídeos, receitas saudáveis, planejamento de cardápio e ideias de preparação, informações sobre CACFP, aprendizado sobre sinais de fome em pré-escolares e ferramentas de autoavaliação.

Venda de vendas saudáveis: você e seu programa podem desempenhar um papel importante no apoio a hábitos alimentares saudáveis, tornando opções de vendas saudáveis ​​disponíveis e atraentes para crianças e adultos. Este guia da Nemours ajudará você a escolher produtos mais saudáveis, fornecendo diretrizes de venda de produtos saudáveis ​​para alimentos e bebidas, políticas de amostra e muito mais.

Programa de Educação Nutricional Integrada (Currículo do INEP): O INEP é uma forma criativa e divertida de as crianças aprenderem sobre alimentação saudável em sala de aula e compartilhar o que aprenderam com suas famílias. Cada lição inclui uma atividade prática de culinária que ensina os alunos a preparar e saborear novas frutas e vegetais (também em espanhol).

Novas Diretrizes de Padrão de Refeição para CACFP: Programas de cuidado e educação na primeira infância que recebem assistência de programa alimentar - Programa Alimentar de Cuidado de Crianças e Adultos do USDA (CACFP) - têm até 1º de outubro de 2017 para estar em conformidade com as novas diretrizes do CACFP. Certifique-se de que seus menus e compras reflitam essas mudanças.

Política de Bem-Estar Escolar: As Melhores Práticas para Desenvolvimento, Implementação e Avaliação de Políticas do Superintendente de Instrução Pública de Washington foram elaboradas para ajudar as escolas a implementar políticas de bem-estar. As políticas devem incluir: envolvimento das metas das partes interessadas para diretrizes de nutrição para todos os alimentos disponíveis na escola, educação e promoção nutricional, bem como educação física e notificações de atividades e monitoramento e avaliação.

Planejamento de cardápio bem-sucedido (PDF): este recurso foi desenvolvido para profissionais de nutrição infantil interessados ​​em aprender os atuais requisitos de planejamento de cardápio do USDA. Os tópicos incluem padrões de refeição de café da manhã e almoço, o requisito de grãos inteiros, requisitos de frutas e vegetais, oferta versus serviço, requisitos de sódio e outros. Além disso, são fornecidos recursos e ferramentas relacionados para auxiliar no planejamento bem-sucedido do menu.

Tomando medidas para o sucesso saudável - jantar estilo familiar: Better Kid Care, por meio de PennState Extension, fornece uma lista de ferramentas e informações sobre jantar estilo familiar. Os recursos incluem currículos e kits de ferramentas prontos para uso, vídeos, folhas de dicas e informações sobre o envolvimento da família.

Tomando medidas para o sucesso saudável - alimentação saudável: Better Kid Care, por meio da extensão PennState, fornece uma lista de ferramentas e informações sobre alimentação saudável. Os recursos incluem currículos prontos para uso e kits de ferramentas, receitas, autoavaliações e informações sobre o planejamento de cardápios, CACFP, dicas de fome e alimentação exigente.

Kit de ferramentas de divulgação da política de bem-estar da escola local do USDA: Envolva funcionários e pais da escola no bem-estar escolar usando essas ferramentas de comunicação prontas para uso. Compartilhar notícias sobre a Política de Bem-Estar da Escola Local é fácil com esses panfletos, apresentações, artigos de boletins e postagens nas redes sociais. Sua escola pode personalizá-los para torná-los específicos para as atividades da Política de Bem-Estar da Escola Local.

Lidando com as iniquidades na alimentação saudável (Health Promotion International): O que, quando, onde e quanto as pessoas comem é influenciado por uma combinação complexa de fatores nos níveis social, comunitário e individual. Essas influências operam tanto diretamente por meio do sistema alimentar quanto indiretamente por meio de caminhos políticos, econômicos, sociais e culturais que causam estratificação social e influenciam a qualidade das condições em que as pessoas vivem suas vidas. Esses fatores são os determinantes sociais das iniquidades na alimentação saudável. Este artigo fornece uma visão geral da base de evidências atual para abordar esses determinantes e para a promoção da equidade na alimentação saudável.

Barreiras à equidade na saúde nutricional para crianças e adolescentes dos EUA: uma revisão da literatura (Springer Link): crianças e adolescentes dos EUA de baixa renda e minorias étnicas / raciais experimentam maior risco de obesidade e má nutrição. Além disso, um crescente corpo de evidências documenta diferenças nos padrões de obesidade e dieta entre áreas urbanas e rurais. Esta revisão resume as evidências de relevância para as disparidades dos EUA de acordo com o status socioeconômico, etnia / raça e densidade populacional da área entre crianças de 2 a 18 anos. Uma revisão abrangente da literatura revisada por pares publicada após janeiro de 2004 é apresentada junto com uma breve discussão das limitações no design e futuras necessidades de pesquisa.

Comer, Alimentar, Planejar Refeições e Nutrição para Crianças com Dificuldades Nutricionais: O Centro de Ajuda do HIE fornece recursos sobre nutrição para crianças com deficiências. Crianças com deficiência freqüentemente enfrentam desafios de alimentação únicos e requerem dietas muito específicas.

Equidade na saúde e marketing de junk food: Falando sobre como atingir crianças de cor (Berkeley Media Studies Group): Para garantir que todos tenham uma oportunidade justa e justa de ser o mais saudável possível, devemos remover os obstáculos à saúde. Nos Estados Unidos, o marketing de junk food para crianças é um desses obstáculos porque incentiva dietas não saudáveis ​​e, em última instância, alimenta doenças. Esse tipo de marketing também é uma questão de equidade racial e de saúde, porque as empresas de junk food visam especificamente crianças e jovens negros. Este resumo mostra por que as crianças negras devem estar na vanguarda das conversas e ações para reduzir o marketing direcionado e sugere como todos nós podemos melhorar na discussão dessa questão crítica de saúde pública e justiça social.

Segmentação de anúncios de TV de alimentos e bebidas para crianças de minorias e baixa renda (Bridging the Gap Research): O marketing de alimentos e bebidas que não são saudáveis ​​(ou seja, com alto teor de gordura saturada, açúcar e / ou sódio) para crianças e adolescentes é um provável contribuinte para o prevalência de obesidade infantil. Este estudo se concentrou em 88 das maiores áreas de marketing designadas (DMAs) nos Estados Unidos. Ele vinculou os dados de classificação da televisão em língua inglesa da Nielsen no nível DMA de 2003-2007 sobre o número de anúncios de alimentos na televisão aos dados do Censo sobre características raciais, étnicas e de renda em todos os DMAs. O estudo analisou as diferenças na exposição de crianças e adolescentes a anúncios locais de comida local com base na composição racial / étnica e socioeconômica do DMA.

Primeiras introduções aos jardins sensoriais: Bebês e crianças são frequentemente considerados “muito jovens” para se envolverem na jardinagem, mas podem se dedicar regando, colhendo, cavando e explorando.

Guia de jardinagem de aprendizagem precoce (North Okanagan Early Childhood Development Coalition): Este guia é útil sozinho ou com o livro Jardinagem de pés quadrados. As crianças irão desfrutar de qualquer tipo de jardinagem ou experiência de cultivo, incluindo jardinagem em recipientes em uma panela ou balde.

Every Student Succeeds Act (ESSA) e Farm to School (NFSN): A Every Student Succeeds Act (ESSA) inclui muitas novas oportunidades para a integração da fazenda à escola e atividades de Educação Infantil em ambientes educacionais. Este kit de ferramentas é projetado para educadores, advogados, pais e partes interessadas da escola e da educação infantil para compreender e agir de acordo com as oportunidades que a ESSA oferece.

Oportunidade de financiamento do Farm to Early Care e Education: Alavancando o Programa de Subsídio em Bloco para o Cuidado Infantil e o Desenvolvimento (NFSN e Policy Equity Group)

Programas da Fazenda para a Primeira Infância - Um Guia Passo a Passo: Este guia fornece ferramentas e recursos para ajudar os provedores de programas para a primeira infância de todos os tipos a comprar e usar alimentos locais.

Da fazenda para a pré-escola: currículos de educação pré-escolar com base em nutrição e jardins, conselhos sobre como iniciar novos jardins, modelos de workshops de educação de pais e recursos que promovem uma alimentação saudável.

Apresentação do Farm to Preschool (PDF): Explica os fundamentos do Farm to Preschool, os objetivos do movimento, as etapas para começar e os recursos para apoiar seus esforços.

Farm to Preschool Toolkit: Este kit de ferramentas contém informações sobre como começar a Farm to Preschool, regras e regulamentos, recomendações para compras locais e recursos mensais.

Estante de livros da fazenda para a escola: Encontre livros para ensinar crianças em idade pré-escolar sobre jardinagem, culinária, fazendas e alimentos.

Da Fazenda à Escola na Primeira Infância: Resultados da Pesquisa: Em 2015, a Rede Nacional da Fazenda à Escola pesquisou provedores de cuidados e educação em todo o país para entender melhor suas iniciativas atuais da fazenda à escola, as motivações para aplicar a fazenda à escola e os desafios para começar ou expandir essas atividades.

Programa de treinamento de segurança alimentar desde a fazenda e jardim até a pré-escola (U Mass): o programa gratuito, on-line, individualizado e interativo foi criado para ajudar educadores de cuidados infantis, funcionários de serviços de alimentação, voluntários e pais a compreender a importância de reduzir o risco de alimentos segurança relacionada a frutas e vegetais frescos para crianças pequenas.

Dicas de Segurança Alimentar para Hortas Escolares: Essas práticas recomendadas ajudarão a aumentar a segurança de frutas e vegetais cultivados em hortas escolares.

Garden Greenhouses (Exchange: The Early Childhood Leaders & # 8217 Magazine): Este artigo apresenta uma entrevista com Jennifer Petersen, uma professora pré-escolar da Mead School - uma escola independente e creche em Stamford, Connecticut, com um currículo vibrante de jardinagem e estufa.

Intervenções de jardinagem para aumentar o consumo de vegetais entre as crianças (Guia para serviços preventivos comunitários): este folheto de uma página resume as recomendações e evidências de revisão sistemática para o uso de intervenções de jardinagem nas escolas em combinação com a educação nutricional para aumentar o consumo de vegetais pelas crianças.

Folha de dicas de primeiros passos da fazenda à pré-escola: Primeiros passos fáceis para desenvolver um programa duradouro da fazenda à pré-escola em sua comunidade

Subsídios (Jardinagem Infantil): Encontrar os recursos financeiros para plantar e manter uma horta juvenil é um dos maiores obstáculos que educadores e voluntários enfrentam. Aqui está uma lista de algumas oportunidades de subsídios que apóiam programas de hortas para jovens.

A ferramenta GREEN (nexo de recursos de jardim, educação e meio ambiente) para hortas escolares bem integradas: Este resumo de pesquisa descreve um estudo de base que levou à concepção da ferramenta GREEN e destaca como ela pode ser usada para fortalecer hortas escolares. O objetivo do estudo foi examinar quais componentes constituem uma horta bem integrada nas escolas e determinar como esses componentes funcionam juntos.

Cultivando a fazenda até a pré-escola em seu estado - um guia prático (Ecotrust): Uma abordagem em nível estadual da fazenda até a pré-escola é a chave para levar alimentos locais e educação de hortas para creches em todo o país. Aqui está um guia de 5 etapas para construir uma coalizão de fazenda para pré-escola

Crescente sucesso do Head Start com Farm to Early Care and Education (NFSN): Crescente sucesso inicial com Farm to Early Care and Education tem como objetivo promover a compreensão entre as partes interessadas do Head Start sobre como o Farm to ECE pode apoiar a realização dos Padrões de Desempenho do Programa Head Start e contribuir ativamente para os benchmarks de aprendizagem e desenvolvimento, conforme descrito na Estrutura de Resultados de Aprendizagem do Head Start Early.

Um guia para compreender as oportunidades da fazenda para a escola em ambientes de cuidado e educação na primeira infância (Rede Nacional da Fazenda para a Escola): Este recurso se destina a facilitar uma compreensão compartilhada do setor de educação e cuidados na primeira infância e as oportunidades naturais para integrar as iniciativas da fazenda para a escola na primeira infância ambientes de cuidados e educação.

Como trazer produtos frescos da fazenda para as escolas com as novas receitas de padrão de refeições do USDA (webinar arquivado): A Chef Ann Foundation lançou cinquenta novas receitas do campo para a escola, testadas e comprovadas, para levar refeições frescas para os alunos. Neste webinar, eles lançam as novas receitas e ciclos de cardápio e discutem como eles dão crédito às escolas e aos novos padrões de alimentação para creches. Além disso, Andrea Northup do USDA Farm to School e Jerilin Nunu do USDA Farm to Summer e Child Care falam sobre como os distritos escolares em todo o país estão adquirindo alimentos de fazendas e ranchos locais e regionais. Eles também compartilham as melhores práticas para a educação nutricional baseada em refeitórios.

Como incorporar a jardinagem em seu programa de educação e cuidados na primeira infância (webinar pré-gravado): Junte-se ao Nemours Children’s Health System em uma conversa sobre a criação de hortas. Explore maneiras de criar uma horta em seu programa. Durante este webinar, os participantes aprenderão: como construir uma horta, dicas para tornar o processo acessível, alternativas para hortas, vegetais sazonais e frutas no mercado de produtores locais e histórias de sucesso. O Horário comercial da Nemours Vida Saudável e Nutrição é organizado por Adaobi Nwoka, MPH.

Folha informativa sobre compras locais para creches e sobre compras locais para prestadores de cuidados infantis familiares: Estas folhas informativas descrevem recomendações básicas para creches e prestadores de cuidados infantis familiares interessados ​​em comprar alimentos locais para programas educacionais e de cuidados infantis.

Alimentos locais - Jardins de produção de creches: esta publicação é um guia completo de & # 8220como & # 8221 sobre hortas de frutas e vegetais com crianças. Ele ensina os prestadores de cuidados infantis como envolver as crianças no uso de produtos frescos de uma horta de produção para cozinhar e comer, bem como instruções sobre a compostagem. O guia está em oito capítulos breves bem organizados, completos com instruções adequadas à idade sobre: ​​(1) Cultivo e cozimento de frutas e vegetais, incluindo precauções de segurança e ferramentas necessárias (2) Criação de jardins de produção em creches, incluindo considerações de localização e tipos de layouts (3) Cultivo de frutas e vegetais de estação quente, incluindo opções de plantio e diretrizes de cultivo (4) Cultivo de vegetais de estação fria, incluindo como plantar e colher vegetais específicos (5) Lanches e cozimento com produtos de estação quente, incluindo receitas para salads, dips, salsas and cooked vegetables (6) Snacking and Cooking With Cool-Season Produce, including recipes for salads, as well as for roasted, sauteed and braised vegetables (7) Composting, including guidance on design, construction and management of compost bins and (8) Vermicomposting, including selection, safety, educating children on and handling of the correct earthworms.

My First Garden (University of Illinois Extension): Get ready to make learning about gardens, flowers, vegetables and the principles of horticulture a fun experience for yourself and for the children you teach (also available in Spanish).

National Farm to School Network, Farm to Preschool: Find information from the National Farm to School Network on the basics of farm to preschool, getting started with farm to preschool, and information on local procurement for child care centers and home based child care.

National Farm to School Network Resource Database: The National Farm to School Network has reviewed and compiled farm to preschool resources from across the country to create this user friendly database.

National Farm to School Network Trending Topics Webinars: Join the National Farm to School Network for a monthly webinar series featuring innovation and emerging issues in farm to school. Recordings available.

Reach for the Stars With Farm to Preschool: This resource helps child care centers and family child care homes integrate farm to preschool activities into their curriculum. The resource is organized by four activities: edible gardening, farm field trips and farmer visits, local food classroom cooking activities and taste tests, and serving local food in daily meals.

A Roadmap for Farm to Early Care and Education (NFSN): This resource is intended for use by stakeholders from diverse backgrounds to facilitate a shared understanding of the early care and education sector and the natural opportunities to integrate farm to school initiatives into early care and education settings.

Seeding the Movement—Materials for Starting Your Own Farm to Preschool Mini-Grant Program (Ecotrust): This toolkit contains a collection of adaptable Word templates for developing a mini-grant application, selecting grantees, establishing a peer-to-peer network among grantees, and conducting evaluation and reporting.

Setting Up and Running a School Garden (Food and Agriculture Organization of the United Nations): This guide is for anyone who is interested in starting or improving a school garden — teachers, parents, and/or community members.

State Farm to School Networks Toolkit (NFSN): The toolkit is designed to demonstrate best practices and lessons learned from existing state farm to school networks and to provide users with key strategies and approaches for developing and sustaining state farm to school networks.

This Week in the Garden: This is an example of regional work connecting fresh, healthy food with communities. This particular program works with WIC, SNAP-ED and provides specific examples of monthly gardening newsletter templates for providers to use in integrating Farm to Preschool into the classroom.

Vegetable Gardening in Containers (Texas A&M University Extension): Container vegetable gardening is a sure way to introduce children to the joys and rewards of vegetable gardening. Problems with soilborne diseases, pests, or poor soil conditions can be easily overcome by switching to a container garden.

First Aid – Choking: Choking can be a life-threatening emergency. Follow these steps if one of your children is choking.

Food Allergies: Food allergies can cause serious reactions. Find out how to keep kids safe and respond in an emergency.

My Native Plate and My Native Plate for Families (PDF): These handouts remind families about portion sizes and to include fruits, vegetables, grains and protein with every meal.

Physical Activity Kit for Young Children (PAK) — Staying on the Active Path in Native Communities
(PDF): This vast resource for child care providers contains culturally appropriate physical activities and movements for babies, toddlers and preschool children.

Budget for More Fruits and Vegetables (Better Kid Care): Fruits and vegetables are essential in everyday meal planning. This resource can help you extend your fruit and vegetable resources and also keep your budget manageable.

CACFP Menu Planning Guide: This resource, developed by Nemours and funded by the USDA, is a toolkit intended to serve as a practical, how-to guide for CACFP participants. It also includes 120 CACFP-reimbursable recipes.

Meal Planning and Grocery Shopping for Your Early Child Care Program (pre-recorded webinar): Join Nemours Children’s Health System in a conversation around meal planning and grocery shopping.

Meal Planning, Shopping and Budgeting: Learn more about meal planning, shopping, and budgeting as well as food preparation and healthy, low-cost recipes from the USDA.

Processed Foods—What’s OK and What to Avoid (Academy of Nutrition and Dietetics): While some processed foods should be consumed with caution, many have a place in a balanced diet. Here’s how to sort the nutritious from the not-so-nutritious.

Storing Fresh Fruits and Vegetables for Better Taste: This resource from the University of California Davis contains great reminders on where to store fruits and veggies. Print it out and hang the fridge as a reminder, or hand out to parents.

Supermarket Savings: This University of Nebraska Lincoln extension resource gives 16 tips with examples on how to save money when shopping.

Using the Nutrition Facts Label for Older Adults: This resource from the FDA is helpful for adults to manage their health and learn more about food labels.

Your Food Is Trying To Tell You Something — A Video for Kids on Using the Nutrition Facts Label to Make Healthy Dietary Choices (USDA/FDA): This colorful animated video short for kids focuses on using the Nutrition Facts Label to make healthy dietary choices.

Alternatives to Using Food as a Reward: This job aid from Child Care Aware® of America (formerly NACCRRA) lists alternatives to using sweet treats as rewards or as comfort food.

Choose My Plate Print Materials: Choose My Plate has a number of tip sheets available to print in English and Spanish. Topics include: Kid-Friendly Veggies and Fruits, Cut Back on Kids’ Sweet Treats and many more.

Making the Most of Meal Times: Includes tips on family style dining, encouraging children to eat a variety of healthy foods, and engaging children in pleasant conversation during meals.

Creative Activities

Healthy Celebrations at School from the Sacramento City Unified School District

Monthly Healthy Celebration Ideas from the Center for Science in the Public Interest

School Celebration Ideas from North Carolina’s Eat Smart Move More

Menu/Snack Ideas

Celebration Tips from Alliance for Healthier Generation

Classroom Snacks and Celebrations from the Iowa City Community School District

Healthy Celebrations from the Kansas State Department of Education

Ideas for Healthy Celebrations from the Connecticut State Department of Education

Classroom Celebrations Resources from Weld County in Greenley, Colorado

Healthy School Celebration Guide from University of Colorado Health

Let’s Party from the West Virginia Department of Education

CACFP Creditable Recipes: The National CACFP Sponsors Association has lots of great recipes for menu planning, including recipes from favorite Sesame Street personagens.

CACFP Recipes from Around the World: Delicious kid-friendly dishes from North, Central and South America, Africa, Europe, Asia and Pacific Islands.

Cooking With Preschoolers: It may take a little flexibility and prep work, but time in the kitchen with preschoolers can be educational, boost kids’ confidence and promote healthy eating.

Exploring Foods Together: Help young children learn to love healthy food. Exploring Food Together is a toolkit of simple activities to help kids learn about new foods and start building the skills to make healthy food choices.

Healthy from the Start: In this booklet, you will learn how meal and snack times give you a chance to help children learn healthy eating habits feel important, loved, understood and respected trust that others will care for them and feel good about their bodies.

Healthy Habits for Life: Food and Drink to Grow On: The Healthy Habits for Life Child Care Resource Kit gives you the tools you need to teach children about eating right and being physically active so that they can establish healthy habits for life. This section offers easy and fun ideas and activities to help children learn about fruits, vegetables, and other healthy foods.

Leftover Smart Snacks (Better Kid Care): Many caregivers are concerned about rising food costs. Discover easy cost-effective strategies for lunch and snack times that can help lower food costs and food waste.

Multicultural Recipes: Delicious foods from different regions for child care centers and family day homes (downloadable PDF).

Nutrition Guide for Toddlers: This article reviews the variety of food a toddler should receive, how much food they need, and the need for milk and iron at this stage in life.

Recipes for Healthy Kids — Cookbook for Child Care Centers: The recipes in the cookbook feature foods both children and adults should consume more of: dark green and orange vegetables, dry beans and peas, and whole grains. All of these healthy recipes are low in total fat, saturated fat, sugar and sodium.

Snacks for Preschoolers: Wholesome and well-timed snacks can help fill in nutritional gaps for preschoolers. Turn your kids into smart snackers by getting creative with healthy foods.

Snacks for Toddlers: Some toddlers may seem too busy exploring to slow down and eat. Others may be fickle about food. That’s where healthy, scheduled snacks come in.

Storytime Snacks, Sandwich Makeovers, and Taste Tests (Better Kid Care): This is a helpful list of lunch and snack ideas and nutrition resource pages.

Strategies for Feeding a Preschooler: The preschool years are a great time to teach children about healthy food choices in new and exciting ways.

Super Easy Snacks, Tips for Trying New Foods, and Dietary Cautions (Better Kid Care): Use these easy, fun tips to help you eat a colorful variety of fruits and vegetables every day.

Toddlers at the Table — Avoiding Power Struggles: By anticipating problems and offering choices, you can teach toddlers healthy eating habits and avoid power struggles about food.

Washington Grown Food Kit: Healthy recipes for child care and early education programs searchable by recipes in season, sample menus and nutrition facts.

What’s Cooking: A robust resource from the USDA about healthy eating and cooking tips includes recipes for large groups to help with menu planning.

Handouts/Websites

Development of Infant Feeding Skills (USDA WIC Works): This resource provides an overview of the development of feeding skills, the rate of acquisition of skills, and the feeding relationship.

Developmental Stages in Infant and Toddler Feeding (Infant and Toddler Forum): This factsheet aims to provide childcare professionals with an evidence-based description of the developmental stages observed around food and feeding in infants and young children.

Feeding Guidelines for Infants and Young Toddlers: A Responsive Parenting Approach (Healthy Eating Research): This report presents evidence-based recommendations for promoting healthy nutrition and feeding patterns for infants and toddlers from birth to 24 months.

Infant Development and Feeding Support: Developmental milestones are used as markers to ensure that infants and toddlers are growing in a healthy direction. During early years, a child’s relationship with food is crucial for his or her health and development. Learning the physical stages that relate to feeding is important to understanding this process.

Infant Developmental Skills (USDA WIC Works): This job aid illustrates infant developmental skills and infant hunger cues in a convenient chart format.

Infant Food and Feeding (American Academy of Pediatrics): Explore information about breastfeeding, bottle-feeding, solid food introduction, healthy snacking, self-feeding, and healthy drinks for babies and toddlers.

Infant Responsive Feeding and Breastfeeding (Colorado Department of Public Health and Environment): A collection of infant responsive feeding and breastfeeding resources, including Healthy Children: Ages and Stages, Baby Behavior, Building a Foundation for Healthy Active Living, and Infant Nutrition.

Infant States and Cues (United States Department of Agriculture): A convenient handout illustrating six infant states (deep sleep, light sleep, drowsy, quiet alert, irritable, crying) and cues (engagement and disengagement).

Responsive Feeding (UNC Gilling’s School of Global Public Health): Includes handouts on responsive feeding and a culturally adaptable responsive feeding curriculum.

Responsive Feeding Help Sheet (SMA Nutrition UK): A guide for parents to learn about responsive feeding, understand the benefits, and how to apply it to breastfeeding and bottle-feeding.

Understanding the Behavior of Term Infants — Infant Behavior, Reflexes and Cues (March of Dimes): Learn about how to read infant behavior. Infant behavior is influenced by environment, temperament and the ability of the infant to self-regulate. Behaviors are often cues that signal an infant’s needs.

Online Professional Development

Picky Eaters: A Guide to Responsive Feeding (K7.13 C2) (CDA2) – Better Kid Care On-Demand Lessons (2 hrs)

Responsive Feeding for Infants and Young Toddlers: Responsive Feeding is an online course for early care and education (ECE) providers about responsive feeding best practices and on how to implement these best practices. (40 min)


Parents are often the biggest drivers of change in schools. Every school is required to have a Wellness Committee, so I recommend joining this and being as active as possible. I have seen many PTA groups take on food service as a project, whether it’s fundraising to supplement the food service budget, or providing feedback to the administration.

The lunchroom is a classroom, and we are exposing students to nutritious food that they may not get at home. Thus, we are training their minds and palates to make healthy choices for a lifetime.


Physical Activity-Related Curricula

We Can! offers six curricula that address physical activity.

    is a multi-session program for parents and caregivers that includes one session dedicated to reducing screen time and increasing physical activity in youth. is a 10-lesson curriculum designed to help youth ages 11 to 13 understand the connections between media and health. (ICDI) is a mentoring program offered by the President's Council on Fitness, Sports & Nutrition (PCFSN) that facilitates physical activity and nutrition education opportunities for children and adults with disabilities. is an evidence-based curriculum for after-school and community recreation settings, that includes lessons and activities to motivate heart-healthy behavior in children in grades K-5. are evidence-based programs designed to promote physical activity in youth from K-12, and ages 5-14, respectively. They include curricula, training, equipment, and follow-up support components. is a new health educational curriculum for children ages 2-5 and their parents. EatPlayGrow was created through a collaboration between the NIH and the Children's Museum of Manhattan (CMOM). o EatPlayGrow curriculum combines the latest science and research from the NIH with CMOM's creative educational approach to teach kids and their parents how to make healthy nutrition and physical activity choices that are fun and easy to include in daily routines.

New School Cuisine: Nutritious and Seasonal Recipes for School Cooks by School Cooks

This beautifully produced online cookbook features over 70 farm-to-school recipes from throughout Vermont, many accompanied with inviting color photographs. Each recipe is in USDA format, yields school-sized quantities, includes a nutritional analysis and contains information on the specific food components that credit towards meeting the USDA meal pattern. It also includes helpful tips on introducing kids to new menu items and information on seasonality. Click here to download the cookbook.


The Hidden Sugar Truth

Ingredients: Cereal: Corn Flour, Sugar*, Oat Flour, Brown Sugar*, Coconut Oil, Salt, Niacinamide, Yellow 5, Reduced Iron, Zinc Oxide, Yellow 6, Thiamin, Mononitrate, BHT (A preservative), Pyridoxine Hydrochloride, Riboflavin, Folic Acid

The words marked in asterisk refer to added sugar. Added sugar is the sugar added to processed food and drinks while they are being made. Naturally occurring sugar is the sugar found in whole, unprocessed foods, such as milk, fruit, vegetables, and some grains.


A Chinese translation of the U.S. Household Food Security Survey Module was developed by researchers at the University of California-San Francisco in collaboration with ERS and documented in Christine M.L. Kwan, Anna M. Napoles, Jeyling Chou, and Hilary K. Seligman, 2015, "Development of a conceptually equivalent Chinese-language translation of the US Household Food Security Survey Module for Chinese immigrants to the USA," Public Health Nutrition 18(2): 242-250 and Courtney R. Lyles, Mark Nord, Jeyling Chou, Christine M.L. Kwan and Hilary K. Seligman, 2015, "The San Francisco Chinese Food Security Module: Validation of a Translation of the US Household Food Security Survey Module," Journal of Hunger and Environmental Nutrition 10(2): 189-201. ERS recommends that this translation be used among Chinese-speaking adults within the United States. Download the questionnaire in the format that works for you: PDF or Microsoft Word.

Additional questionnaire items about food security, food sufficiency, food expenditures, use of food programs, and other ways of coping with food insecurity are included in the CPS Food Security Supplements but are not in the core food security module. Go to the Food Security in the United States data product to download any of the CPS Food Security Supplement Questionnaires in English, or download a Spanish translation in the format that works for you: PDF or Microsoft Word.


Assista o vídeo: Nutrição Funcional. Alimentação Saudável e Equilibrada (Janeiro 2022).